Intel diz que encontrará novos parceiros para o MeeGo

Intel diz que encontrará novos parceiros para o MeeGo

LONDRES  – A Intel afirma que sua parceira Nokia desistiu do sistema operacional MeeGo, desenvolvido em conjunto pelas duas empresas, depois que a Microsoft ofereceu quantidades “incríveis” de dinheiro para a fabricante de celulares mudar os sistemas de seus smartphones para o Windows. Apesar disso, a produtora de chips afirmou que encontrará novos parceiros para o MeeGo.

O presidente-executivo da Intel, Paul Otellini, disse em uma reunião com analistas em Londres que a opção da Nokia pelo sistema da Microsoft, em vez da plataforma Android, do Google, foi uma decisão financeira.

Otellini disse que o presidente da Nokia, Stephen Elop, recebeu “ofertas incríveis de dinheiro” do Google e da Microsoft para trocar de plataforma.

“Eu não teria tomado a decisão que ele tomou. Eu provavelmente teria ido atrás do Android, se fosse ele”, disse Otellini. “Mas o MeeGo teria sido a melhor estratégia, mas ele concluiu que não poderia bancá-lo”, disse.

Representantes da Microsoft não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

O presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, afirmou na feira Mobile World Congress, em Barcelona, na quarta-feira, que havia tentado por muito tempo fazer negócios com a Nokia.
Otellini disse que a Nokia encontrará dificuldades em se diferenciar no mercado usando a plataforma do Windows: “Seria menos difícil com o Android, já com o MeeGo, a Nokia teria sucesso”, afirmou.

“Nós encontraremos outro parceiro. As operadoras ainda querem um terceiro sistema operacional, que seja aberto, e é isso que nos motiva”, disse.
O MeeGo foi criado no ano passado por meio da união das plataformas baseadas em Linux da Nokia, Maemo, e da Intel, Moblin.

AMEAÇA DOS TABLETS?
Ottelini também minimizou a ameaça dos computadores tablets ao mercado de PCs. “Vamos fugir dessa (avaliação de que) ‘o PC está morto e os tablets vão ficar com nosso almoço e que não há crescimento no mercado de PCs”, disse o executivo.
Ele afirmou que 2010 foi um dos anos mais fortes em vendas de PCs, com um aumento de 17 por cento. O executivo comentou ainda que prevê crescimento de dois dígitos novamente este ano, puxado por vendas de notebooks em mercados emergentes.

Noticias em tempo real 24h.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s