Suspeito de matar Glauco confessou crime em depoimento, diz PF

Suspeito de matar Glauco confessou crime em depoimento, diz PF
Carlos Eduardo Nunes foi preso quando tentava ir para o Paraguai.
Segundo delegado, ele admitiu que arma que levava foi a usada no crime.
 

O estudante Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, de 24 anos, preso no fim da noite de domingo (14) em Foz do Iguaçu, no Paraná, por suspeita de matar o cartunista Glauco Vilas Boas e seu filho Raoni, confessou o crime em depoimento à Polícia Federal. De acordo com o delegado Josiel Iegas, ele também confessou sua intenção de fugir para o Paraguai. O estudante foi preso quando tentava atravessar a Ponte da Amizade, fronteira entre o Brasil e o Paraguai.

“Ele deu alguns detalhes do crime e confessou ter sido responsável por matar o cartunista Glauco e confessou sua intenção em fugir para o Paraguai”, explicou o delegado. Segundo ele, o jovem admitiu que a arma encontrada com ele foi a usada no crime.
A transferência de Carlos Eduardo, também conhecido como Cadu, não deve ser imediata. “Ele vai responder por tentativa de homicídio aqui, e permanece há disposição da Justiça Federal. Aguardamos uma decisão judicial para saber se ele fica no Paraná ou será transferido para São Paulo”, explicou o delegado.

Noticias em tempo real 24h.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s