PF e Interpol foram avisadas sobre possível fuga de assassino de Glauco

PF e Interpol foram avisadas sobre possível fuga de assassino de Glauco
Cinco equipes da polícia de Osasco participam das ações para tentar localizar e prender o principal suspeito da morte do cartunista e de seu filho

Além do trabalho da Polícia Civil em Osasco, na Grande São Paulo, a Polícia Federal, em todo o território brasileiro, e a Interpol, em todo o mundo, também foram avisadas para fecharem o cerco em aeroportos, fronteiras e até em outros países contra uma possível fuga do estudante universitário Carlos Eduardo Sandfeld Nunes, de 24 anos, principal suspeito de assassinar o cartunista Glauco Villas Boas, 53 anos, e do filho dele, Raoni Villas Boas, de 25 anos.

“Já avisamos todas as polícias, Polícia Federal, Interpol, polícias civis no Brasil, polícias militares. Nosso objetivo é fechar o cerco em busca do suspeito. Evitar que ele tente fugir”, disse o delegado Archimedes Cassão Veras Júnior, do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Seccional de Osasco, que apura o caso. “De qualquer modo, ainda trabalhamos com a hipótese de o suspeito estar escondido em algum lugar em São Paulo.”

Glauco e Raoni foram mortos a tiros durante a madrugada da sexta-feira (12), na residência do cartunista, em Osasco. No local, também funciona a Igreja Céu de Maria, seguidora do Santo Daime, da qual as vítimas eram adeptas. Nunes, o suspeito, também chegou a freqüentar os cultos e era conhecido da família do cartunista.

Da Rede Almeidense – com informações da G1

Noticias em tempo real 24h.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s